PROTOCOLO DO COVID-19

Em 25 de junho de 2020 o IGEVE elaborou uma campanha de prevenção a transmissão do covid-19. Nossos esforços não se limitaram a esse projeto, sendo que nas unidades de atendimento do Instituto, sempre buscamos aperfeiçoar os protocolos de segurança. O primeiro material elaborado você pode conferir no link https://www.igeve.org/post/campanha-do-igeve-sobre-o-uso-de-m%C3%A1scaras-para-o-combate-a-transmiss%C3%A3o-do-covid-19

ORIENTAÇÕES - PREFEITURA DE SÃO PAULO-SP

Segue os protocolos sanitários de acordo com o Plano São Paulo, sob a orientação da Secretaria Municipal da Saúde/área técnica da Atenção Básica e da Coordenadoria de Vigilância em Saúde – COVISA e os documentos emitidos pelo Ministério da Saúde, em acordo aos documentos anexados na mensagem.

 

  •  “Casos e Surtos de COVID-19 em Instituições Escolares – Orientações para profissionais de saúde” - CVE/CCD/SES-SP;

  •  

  • “Guia de Orientações para Retorno Seguro às Aulas no Município de São Paulo, diante da Pandemia da COVID-19” - Nota Técnica Conjunta DVE/DVPSIS/COVISA/Saúde da Criança/CAB – fev. 2021;

  • "Instrutivo para ações de controle da COVID-19 em Unidades Escolares do Município de São Paulo".

 

Em virtude da Pandemia de COVID-19, reforçamos a necessidade de se seguir o protocolo sanitário vigente no município, preservando a saúde e a vida dos profissionais de Educação, estudantes e munícipes.

 

 

Solicitamos especial atenção:

 

1-Distanciamento social- mínimo de 1 metro;

 

2-Casos suspeitos – encaminhar para o serviço de saúde, aguardar o resultado do teste em teletrabalho/aula remota. Retorno presencial ao trabalho, somente após o resultado da testagem.

 

3-Contactantes – afastamento para o teletrabalho/aula remota. A partir do resultado do caso confirmado do suspeito que ele teve contato,  o  contactante poderá retornar ao trabalho presencial ou continuar afastado. O contactante deverá procurar o serviço de saúde somente se tiver sintomas.

 

4-Uso obrigatório da máscara, etiqueta respiratória, uso de álcool gel/água e sabão e demais protocolos.

 

5-Caso o indivíduo apresente quadro respiratório agudo, com sinais e sintomas como febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos, sintomas gastrointestinais (diarreia), síncope, confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e inapetência...., informar a Unidade de trabalho e procurar com urgência o serviço de saúde. 

Faça download dos arquivos de orientação:

ENCAMINHAMENTO UBS

ORIENTAÇÕES PARA RETORNO SEGURO ÀS AULAS

INSTRUTIVO PARA AÇÕES DE CONTROLE DA COVID-19 EM ESCOLAS

CASOS E SURTOS DE COVID-19 EM INSTITUIÇÕES ESCOLARES